A literatura é sempre um exercício de perplexidade, isto é, um olhar enviesado sobre o mundo e sobre os seres humanos. É um olhar que não aceita plenamente o que vê, porque o visto é sempre enganoso. Talvez escrevamos contos, poemas, romances, porque não queremos aceitar a vida "como ela é" e, sim, como gostaríamos que fosse o escrito é, ao mesmo tempo, um exercício de desolação e de conquista. Desolamo-nos com o mundo e o conquistamos pela palavra, mas nunca abandonamos nossa essencial perplexidade é ela que nos torna vivos.Neste livro tudo isso ­fica muito claro. Cada autor, cada autora, tem um olhar especí­fico sobre a aventura existencial, que transcende a própria experiência para ser uma experiência comum a todos. É o que se busca na arte: a universalidade. A unir estes contos está a vida contemporânea e tudo o que a move, desde os modernos meios de comunicação às falácias do quotidiano.Na qualidade de ministrante da O­ficina de Criação Literária da PUCRS, a qual chega a seu 30º ano de existência, tenho o grande prazer de apresentar estes novos autores – embora alguns já tenham publicado e obtido prêmios nacionais relevantes – certo de que para eles se abre uma caminhada que é árdua, mas que, como diz Alejo Carpentier, uma vez atingido seu ápice, os leitores a acompanham em todas as aventuras autorais. Mas, e digo eu, que nunca se abandone a perplexidade original, a de‑agradora do impulso criativo.

Estranhas Ficções de Tempo, Morte e Utopia

REF: 9788583380658
R$30.00Preço
  • Adquira o livro digital na sua livraria de preferência:

     

    Google Play

    Livraria Saraiva

    Amazon

  • Autores: Patricia dos Santos Silveira; Suzana Borges da Fonseca Bins; Elisangela Steinmetz

    Ano: 2014

    Nº de págs: 120

    Altura: 21,00 cm

    Largura: 11,00 cm

    Espessura: 0,7 cm