Vejo dois caminhos para percorrer esta orelha. Um é quando se diz Deus da crônica um gênero “caseiro”. A expressão pode significar algo brasileiro como um texto típico da migração de escritores para o jornal. Exemplos não faltam. Cecília Drummond, Bandeira foram exímios cronistas, não esquecendo o Machado (de Assis) e aqueles que fizeram da crônica o seu carro-chefe além de todos os gêneros como um Paulo Mendes Campos. Mas essa crônica vem evoluindo para o artigo, tornando-se mais informativa do que literária. Deus veste legging é um contraponto desse contraponto. O autor faz da crônica um gênero como qualquer outro, ou seja, não comum. Cada texto é lapidado e repensado até dar o máximo de si ou, no mínimo, excelente literatura.Outro caminho é observar que o humor costura todos os textos e, ao estilo de referências sólidas como Millôr e Veríssimo, apresenta-se lapidado, inteligente, respeitoso (não submisso) sem ceder um palmo à qualidade. Na dúvida é só ler os Pequenos Dicionários Práticos ou outro fragmento qualquer. O leitor verá que nada é qualquer nesse con- junto, onde uma visão de mundo com todas as suas filosofias encontra a arte de escrever bem.Pode haver outros caminhos, só não terá retorno. Uma ou duas pági- nas bastam para nos tornar leitores do Tiago para sempre.

Deus Veste Legging

REF: 9788583382126
R$35.00Preço
  • Adquira o livro digital na sua livraria de preferência:

     

    Google Play

    Livraria Saraiva

    Amazon

  • Autor: Tiago Sozo Marcon

    Ano: 2015

    Nº de págs: 168

    Altura: 21,00 cm

    Largura: 14,00 cm

    Espessura: 1,5 cm